Padre Carlos Cabecinhas agradece dedicação do cardeal D. António Marto

 

Fátima, 27 jan 2022 (Ecclesia) – O reitor do Santuário de Fátima saudou hoje o novo bispo diocesano, D. José Ornelas, “primeiro responsável” pela instituição, destacando a sua relação com a Cova da Iria.

“Conhece muito bem o Santuário de Fátima, quer porque já presidiu aqui a celebrações, já colaborou com o Santuário, já veio muitas vezes a Fátima, mas sobretudo porque presidia e preside ao Conselho Nacional da Conferência Episcopal para o Santuário de Fátima”, indica o padre Carlos Cabecinhas, em mensagem divulgada pelo Santuário.

O Papa Francisco nomeou hoje D. José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), como bispo de Leiria-Fátima, sucedendo no cargo ao cardeal D. António Marto, que apresentou a sua renúncia.

“No início do novo ministério que lhe está confiado, o Santuário deseja-lhe as maiores felicidades e assegura-lhe a oração dos peregrinos, para que o Senhor o acompanhe no novo ministério, com as bênçãos da Mãe do Céu”, refere o reitor da instituição.

O padre Carlos Cabecinhas deixa um agradecimento particular ao cardeal D. António Marto por “toda a dedicação que teve para com o Santuário de Fátima e para com os seus peregrinos”.

“Não tenho dúvidas de que ficará no coração dos peregrinos de Fátima, quer pela sua proximidade, quer pela profundidade da sua reflexão”, acrescenta.

O sacerdote elogia ainda a “solicitude pastoral” do agora bispo emérito, na diocese desde 2006.

As relações da CEP com o Santuário de Fátima são asseguradas pelo Conselho Nacional do Santuário de Fátima, que integra o presidente da Conferência Episcopal, os metropolitas das arquidioceses portuguesas (Braga, Évora e Lisboa), além do bispo da Diocese de Leiria-Fátima e do reitor do Santuário.

Numa saudação à diocese, após a sua nomeação, D. José Ornelas dirige-se ao padre Carlos Cabecinhas e aos que trabalham em Fátima, “local especial de referência para a Igreja e o mundo”.

“Quando comecei o meu ministério episcopal em Setúbal, percorri a Diocese com a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima que aqui estava de visita. Ela foi a minha primeira guia na missão que Deus me confiava. Agora, peço-lhe que me acompanhe nesta nova missão em Leiria-Fátima”, escreve.

D. José Ornelas, que já presidiu às peregrinações internacionais de setembro de 2016 e outubro de 2020, na Cova da Iria, aponta a uma “Igreja cuidadora de todos, especialmente dos mais pequenos e frágeis”, como Maria “fez com os pastorinhos, aos quais se revelou, consolou, fortaleceu e deu esperança, para vencerem inúmeras dificuldades, como a pandemia, a doença, a guerra e a própria morte”.

A Diocese do Funchal, terra natal do bispo, reagiu em comunicado à nomeação como responsável pela Diocese de Leiria-Fátima.

“Como é bom ver um madeirense como pastor da diocese onde se localiza o Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Queremos desejar-lhe as maiores felicidades na missão. ‘O Filho do Homem veio para servir a dar a vida’. É este o seu lema episcopal. É desta forma que abraçará este novo desafio que que a Igreja lhe pede”, pode ler-se.

OC

 

Partilhar:
Share