Número de peregrinos do continente asiático «não para de surpreender»

Cardeal Tagle, arcebispo de Manila

Fátima, 10 mai 2019 (Ecclesia) – O arcebispo de Manila, cardeal D. Luis Antonio Tagle, preside à Peregrinação Internacional Aniversário ao Santuário de Fátima, nos dias 12 e 13 de maio, num sinal de “atenção à Ásia”.

De acordo com o Santuário de Fátima, o número de peregrinos do continente asiático “não para de surpreender”.

Só “nos primeiros quatro meses deste ano”,  já estiveram presentes na Cova da Iria “60 grupos de peregrinos asiáticos, nove dos quais oriundos das Filipinas”, refere uma nota do Santuário de Fátima.

No total de 1934 peregrinos que solicitaram o apoio do Departamento de Acolhimento do Santuário de Fátima, entre janeiro e abril de 2019, prevalecem os fiéis provenientes da Coreia do Sul, com um total de 730 pessoas distribuídas por 30 grupos.

Outro país em destaque neste ranking é o Sri Lanka, de onde chegaram, durante este período, 428 peregrinos, integrados em 8 grupos.

Sobre a presença de D. Luis Antonio Tagle em Fátima, o santuário mariano recorda que as Filipinas são o único país do continente asiático onde os católicos estão presentes em número maioritário, representando cerca de 90 por cento da população.

Aquele país celebra em 2021 os 500 anos da chegada dos primeiros evangelizadores cristãos.

D. Luis Antonio Tagle, arcebispo de Manila, nas Filipinas, desempenha desde 2011 o cargo de presidente da Cáritas Internacional; foi criado cardeal pelo Papa Bento XVI, em novembro de 2012.

Para outubro deste ano, está prevista a vinda a Fátima do arcebispo de Seul, na Coreia do Sul, o cardeal Andrew Yeom Soo-Jung.

Em 2018, o cardeal John Tong, bispo emérito de Hong Kong, foi o primeiro responsável católico chinês a presidir a uma peregrinação internacional aniversária, em Fátima, e, em outubro, as cerimónias contaram com a presença do bispo de Hiroxima, no Japão, D. Alexis Mitsuru Shirahama.

JCP

 

 

Partilhar:
Share