A JMJ vai ter “grande impacto” no turismo em Portugal

International Workshop on Religious Tourism – IWRT

Fátima, 24 Jun 2022 (Ecclesia) – A presidente da Associação Empresarial Ourém – Fátima (ACISO) faz um balanço “extremamente positivo” do X Workshop Internacional de Turismo Religioso (IWRT) que termina esta sexta-feira em Fátima.

“É um balanço extremamente positivo porque o evento tem tido uma adesão cada vez maior e com grande projeção internacional”, disse Purificação Reis à Agência ECCLESIA.

Ao longo de dois dias, operadores turísticos (122 Hosted buyers; 123 suppliers e 41 expositores) oriundos dos mais variados locais do planeta estiveram reunidos em Fátima para refletir e dialogar sobre turismo religioso que este ano teve como convidado especial a Jordânia.

Com “enorme relevância” neste setor do turismo, Purificação Reis realça que “há uma procura cada vez maior de empresários internacionais” para participar no IWRT.

A comemorar o décimo aniversário, este evento internacional ficou também marcado pela oferta de uma imagem de Nossa Senhora de Fátima “coberta com um Manto de Esperança”.

Foto: Agência ECCLESIA/LFS

“Nos tempos conturbados que vivem esta mensagem de paz e amor assume particular importância e o manto em burel, coberto de pombas, também elas símbolo de paz”, frisou a responsável da ACISO

“É nas pombas que se encontra bordada a bandeira de cada País participante no Workshop Internacional de Turismo Religioso, representando também a dimensão internacional deste evento”, acrescenta.

O IWRT é um evento com um “elevado grau de internacionalização e durante estes 10 anos marcaram presença no evento 61 diferentes países de todos os continentes”, disse.

Apesar dos condicionalismos provocados pela pandemia, o turismo religioso “está em crescendo”.

No encontro foi também apresentada a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que decorre na cidade de Lisboa entre 01 e 06 de agosto de 2023

“A JMJ vai trazer muitas pessoas a Portugal que não vão ficar concentradas apenas em Lisboa seguramente”, sublinhou Purificação Reis.

Este público jovem que vem a Portugal no próximo ano “quer ser recebido de forma diferente, por isso temos de estar preparados”, anunciou a responsável da ACISO.

A JMJ vai ter “grande impacto” no turismo em Portugal, conclui.

LFS

Partilhar:
Share