25 mil crianças de quase todas as dioceses de Portugal participaram na Peregrinação Nacional à Cova da Iria

Fátima, 10 jun 2019 (Ecclesia) – O presidente da Peregrinação Nacional das Crianças a Fátima, D. Armando Esteves Domingues, convidou os participantes a fazer um “cantinho da oração” em cada casa, construindo um “espaço especial”, como é a Capelinha no recinto do Santuário.

“Precisamos de um espaço especial, como é esta Capelinha, para rezar nas nossas casas”, disse o bispo auxiliar do Porto na homilia da Missa, no recinto de oração preenchido com grupos de crianças de todo o país.

Há mais de 40 anos que o Santuário de Fátima convida as crianças para uma peregrinação pensada especificamente para os mais novos, no dia 10 de junho de cada ano, desta vez mobilizadas pelo lema ‘Façam aqui uma capela’, no contexto do centenário da construção da Capelinha das Aparições.

A Peregrinação das Crianças ao Santuário de Fátima foi preparada ao longo do mês de maio, com uma proposta de descoberta da “identidade peregrina cristã” através da montagem de uma mochila e de recortes, em papel, com os quatro mantimentos e suportes essenciais a uma peregrinação: “A água, o pão, um mapa e o bordão, símbolos do Batismo, da Eucaristia, da Palavra de Deus e da disponibilidade de coração”.

Na homilia da Missa, D. Armando Esteves Domingues convidou cada criança a “tornar mais belo o cantinho da oração” em cada casa e, caso ainda não exista, que seja feito “como se fosse uma pequena capela, como Nossa Senhora pediu”.

“Não são precisas pedras, nem telhas, nem ferro. Basta os quatro pilares: aprender, ser amigos e partilhar, assíduos à comunhão do pão e do vinho, do Corpo e Sangue de Cristo, e à oração. Pilares fáceis para esse cantinho, para que lembre sempre esta vossa peregrinação, 100 anos após o pedido de Nossa Senhora para que se construísse esta capela”, afirmou.

No fim da celebração, as crianças peregrinas ao Santuário de Fátima receberam o terço “Azinheira Santuário de Fátima” e foram convidadas, para além da oração do terço, a partilhar uma fotografia na rede social Instagram.

Dirigindo-se às crianças presentes, antes de terminar a Missa, o bispo de Leiria-Fátima lembrou esse pedido de oração e pediu a cada uma para “rezar pela paz no mundo, nas famílias e entre todos os povos”.

D. António Marto dirigiu uma saudação de “carinho, afeto e de amizade” a cada uma das crianças presentes, afirmando que o recinto do Santuário de Fátima se transformou, neste dia, num “espetáculo de beleza”.

“Trouxestes muito encanto, muita beleza e muita alegria, que só vós sois capazes de trazer”, disse o cardeal D. António Marto.

Para além das cores formadas pelos vários grupos de crianças presentes, o bispo de Leiria-Fátima lembrou que a maior beleza é “cada um e cada uma”.

“Vós sois um espetáculo de beleza”, disse D. António Marto

“Há um espetáculo de beleza que não se vê e está dentro de vós: a beleza do vosso amor filiar a Nossa Senhora e do amor fraterno entre todos”, acrescentou.

De acordo com o Santuário de Fátima, estiveram nesta peregrinação 25 mil crianças da maioria das dioceses de Portugal, participada por 150 mil pessoas e 102 sacerdotes.

PR

Crianças vão a Fátima

 

Partilhar:
Share