Évora, 12 abr 2019 (Ecclesia) – A Postulação da causa de Beatificação de D. Manuel Mendes da Conceição Santos tem um sítio na internet que permite conhecer, “pouco a pouco”, o antigo arcebispo de Évora (1920-1955).

“A página de internet que vai sendo construída, facilitando, assim, a nossa proximidade com Dom Manuel Mendes da Conceição Santos, a sua pessoa e a sua espiritualidade e, através da sua intercessão, o maior encontro com Cristo”, explica a Diocese de Évora.

A informação enviada à Agência ECCLESIA, pelo Departamento Arquidiocesano de Comunicação Social, destaca que o antigo arcebispo é “uma referência de cristão, de bispo e de pastor”, para a Igreja em Portugal e para a arquidiocese eborense, o processo de canonização foi introduzido em 1972.

“Por vontade de um grupo de cristãos leigos com o sacerdote, seu diretor espiritual, pediram a D. David de Sousa a abertura do processo de beatificação, o que foi acolhido, por Portugal, com muita alegria e esperança, pois sempre se ouviu ‘Ele é um Santo’”, desenvolve.

A nova página online vai dar a conhecer “pouco a pouco” D. Manuel Mendes da Conceição Santos, que foi arcebispo de Évora entre 1920-1955: “Se as pessoas mais velhas conheceram ou ouviram muito falar dele, a verdade é que, já passaram alguns anos e as gerações mais novas podem não conhecer.”

D. Manuel Mendes da Conceição Santos (1876 – 1955) dedicou-se sobretudo à evangelização das comunidades e ao desenvolvimento das vocações sacerdotais na região.

Entre outras obras, realizou inúmeras visitas pastorais, reestruturou os Seminários e atraiu à Arquidiocese diversas congregações religiosas.

Nasceu a 13 de dezembro de 1876, no lugar de Pé de Cão, Freguesia de Olaia, Concelho de Torres Novas; Entrou no Seminário de Santarém, a 2 de agosto de 1890 como aluno gratuito, por “ser oriundo de uma família economicamente pobre”.

Mausoléu do arcebispo D. Manuel Mendes da Conceição Santos no claustro da Sé de Évora

A biografia, no novo sítio online, informa que foi enviado para Roma, em 1985, onde se forma em Teologia Dogmática e Línguas Clássicas, regressou para Portugal, em 1898, sendo nomeado perfeito e professor de Teologia do Seminário de Santarém.

No ano seguinte, a 27 de maio, foi ordenado presbítero, na Capela do Seminário de Santarém, esteve na Diocese da Guarda como vice-reitor do seminário, foi nomeado bispo de Portalegre pelo Papa Bento XV, a entrada solene na catedral foi a 7 de maio de 1916 e dia 4 de junho de 1920 foi nomeado bispo-coadjutor do arcebispo de Évora, D. Augusto Eduardo Nunes, entrando definitivamente a 11 de fevereiro de 1921.

A Postulação da Causa de Beatificação e Canonização do Servo de Deus D. Manuel Mendes Santos tem sede em Évora, na Rua 05 de Outubro, 71.

CB

Partilhar:
Share