Angra: Jovens e bispo diocesano celebram Jornada Mundial da Juventude 2023

Na Ilha de São Miguel, D. Armando Esteves Domingues preside a uma «Grande Vigília» e, na Ilha Terceira vão plantar uma árvore

Angra do Heroísmo, Açores, 21 nov 2023 (Ecclesia) – Os jovens da ilha Terceira (Açores) e o bispo de Angra vão celebrar a Jornada Mundial da Juventude com a plantação de uma árvore, junto da igreja de São Brás, no dia 26 de novembro (domingo).

“A iniciativa representa um sinal do ‘compromisso e caminhada Laudato Si’ iniciados, especialmente, este verão com a assinatura do ‘Pacto da Montanha’, depois da subida à montanha do Pico”, informa o portal ‘Igreja Açores’ da Diocese de Angra.

Nesse momento, D. Armando Esteves Domingues vai estar disponível para falar aos órgãos de comunicação social sobre o papel dos jovens no Itinerário Pastoral da Diocese, que vai ser apresentado ainda nesse dia, às 18h00, na Sé de Angra.

D. Armando Esteves Domingues, bispo de Angra, e 130 jovens de todas as ilhas dos Açores subiram à Montanha do Pico, o ponto mais alto de Portugal, numa iniciativa que marcou, simbolicamente, o envio para a JMJ Lisboa 2023, onde assinaram o ‘Pacto da Montanha’, no dia 25 de julho, que se inspira nas encíclicas ‘Laudato Si’ e ‘Fratelli Tutti’, do Papa Francisco, apresentando-se como um sinal de luta contra a “indiferença”.

Os jovens da ilha Terceira e o bispo diocesano vão celebrar a 38ª Jornada Mundial da Juventude 2023, com a plantação de uma árvore junto à igreja de São Brás, que acolhe este ano estas celebrações na diocese, na Solenidade de Cristo Rei, a 26 de novembro.

Segundo o programa, têm a Eucaristia, às 11h00 locais (menos uma hora em Portugal continental), precedida de procissão, e o final vão em cortejo para o salão da Casa do Povo onde vão continuar as atividades.

‘Alegres por São Brás’ dá nome ao peddy-paper que começa às 14h00, seguindo-se apresentações dos vários grupos participantes – música, teatro ou dança – e vão também responder a três perguntas relacionadas com a participação na edição internacional da Jornada Mundial da Juventude em Portugal, a JMJ Lisboa.

A Diocese de Angra informa que a Jornada Mundial da Juventude 2023, na Ilha Terceira, é precedida por uma Vigília de Oração pelos jovens, no dia 25 de novembro, pelas 20h30, na Agualva.

Na Ilha de São Miguel, divulga o portal ‘Igreja Açores’, os jovens vão reunir-se numa “Grande Vigília” comemorativa do Dia Mundial da Juventude, no dia 24 de novembro, esta sexta-feira, na igreja de Nossa Senhora de Fátima – Lajedo.

“Será nos moldes em que decorreram as celebrações da Jornada Mundial da Juventude; Esta Vigília será de ilha, onde todos os jovens são convidados a participar, particularmente os jovens que participaram e viveram a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023”, disse o diretor do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil.

Segundo o padre Norberto Brum, a vigília vai ter “um grande envolvimento cultural”, de várias artes performativas, de forma a sublinhar “o diálogo da Igreja, com os jovens e com a cultura”.

“Em São Miguel, e tendo presente o pedido que o Senhor Bispo faz, na Carta que enviou a toda a Diocese do dia 21 de setembro, de ‘Valorizar a Solenidade de Cristo Rei para se fazer a apresentação do Plano em todas as Comunidades eclesiais’, este ano propõe-se que a celebração do Dia Mundial da Juventude aconteça a nível paroquial, ou de Ouvidoria, onde assim o entenderem, valorizando e fazendo envolver os jovens que participaram na JMJ”, desenvolveu o padre Norberto Brum.

A “Grande Vigília”, na igreja de Nossa Senhora de Fátima – Lajedo, vai ser presidida pelo bispo de Angra, D. Armando Esteves Domingues, a partir das 21h00 locais (mais uma hora em Portugal continental), esta sexta-feira.

A Igreja Católica celebra a XXXVIII Jornada Mundial da Juventude no dia 26 de novembro de 2023, solenidade litúrgica de Cristo-Rei, com o tema ‘Alegres na esperança”, da Epístola de São Paulo aos Romanos (cf. Rm 12, 12).

Além da celebração nível diocesano, a Igreja promove edições internacionais destas jornadas, como a que aconteceu em Lisboa, de 1 a 6 de agosto, com mais de 1,5 milhões de participantes nas celebrações conclusivas, presididas pelo Papa Francisco, no Parque Tejo.

O Vaticano apresentou novas orientações pastorais para celebrar a JMJ a nível diocesano, desafiando as comunidades católicas a apostar nos jovens, a 14 de maio de 2021.

O Papa Francisco escolheu também o tema para a Jornada Mundial da Juventude 2024, a 39ª edição, uma passagem do livro do profeta Isaías: ‘Aqueles que esperam no Senhor caminham sem se cansar’ (cf. Is 40, 31).

Na Diocese de Angra, no atual ano 2023/2024, a Pastoral Juvenil Diocesana e de ilha centra a sua ação em quatro grandes pilares: ‘Revolução JMJ’ – Partir da vivência da JMJ e das Palavras do Papa; o ‘Pacto da Montanha’ – Vivência da Laudato Si; a ‘Sinodalidade’ – Escuta e envolvimento de todos e, por último,  prosseguirá o pilar de formação de agentes de Pastoral Juvenil.

Segundo o portal de notícias diocesano, vão realizar Jornadas Diocesanas da Pastoral Juvenil em diversas ilhas e o Ano Pastoral deve terminar com o II Encontro Diocesano Laudato Si, inspirando-se na subida à montanha do Pico, e, em 2024, os jovens desenvolverão outra atividade numa ilha a definir.

CB/LFS

 

Notícia atualizada 10h40 de 23 novembro

Partilhar:

Últimas AGENDA

Notícias do dia

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
plugins premium WordPress
Scroll to Top