Lisboa, 13 ago 2019 (Ecclesia) – A coordenação nacional da Pastoral Penitenciária de Portugal informa que vão realizar a sua peregrinação ao Santuário de Fátima, entre as 11h00 e as 16h30 do próximo dia 14 de setembro.

“No sentido de nos apresentarmos, perante Maria, Senhora de Fátima, como Peregrinos e Missionários”, explica o coordenador deste setor pastoral, o padre João Gonçalves, em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

A quarta peregrinação nacional da Pastoral Penitenciária a Fátima começa com o acolhimento, às 11h00, no Parque 5 do santuário, de onde partem numa peregrinação simbólica até à Capelinha das Aparições, onde vão rezar a oração do Terço (12h00) e depois participam na Eucaristia (12h30).

Do programa destaca-se a sessão comemorativa do 10.º aniversário do Decreto-Lei n.º 252/2009 sobre ‘Assistência Espiritual e Religiosa nos Estabelecimentos Prisionais’, às 15h30, no auditório do Hotel Santo Amaro.

‘Peregrinos Missionários: Todos, Tudo, Sempre!’ é o tema do encontro que vai ser presidido por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar do Patriarcado de Lisboa e membro da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

Segundo o comunicado, o tema da peregrinação surge no contexto do Ano Missionário promovido pela Conferência Episcopal Portuguesa e do Mês Missionário Extraordinário proposto a toda a Igreja pelo Papa Francisco.

Esta iniciativa da Pastoral Penitenciária de Portugal destina-se aos reclusos – são “elegíveis” os que se encontrem em condições de beneficiarem de licença de saída jurisdicional ou de licença de saída de curta duração – e seus familiares, ex-reclusos e seus familiares, assistentes espirituais e religiosos prisionais e colaboradores, voluntários, dirigentes das prisões, guardas prisionais, técnicos que trabalham nas prisões, familiares de todos estes agentes e todos os simpatizantes deste setor da Igreja Católica.

CB

Partilhar:
Share