Evento marcado para 30 de maio inclui lançamento do livro «Fake Pope», de Nello Scavo

Lisboa, 24 mai 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais vai promover esta quinta-feira um debate sobre o tema ‘Esta é a rede que queremos’, como forma de assinalar o Dia Mundial das Comunicações Sociais (DMCS) 2019.

O encontro, no auditório da Rádio Renascença, em Lisboa, tem início marcado para as 17h00, incluindo um debate sobre a mensagem do Papa, a entrega do Prémio de Jornalismo ‘D. Manuel Falcão’ e a apresentação do livro “Fake Pope”, do jornalista italiano Nello Scavo.

A abertura da sessão está a cargo do presidente do Conselho de Gerência da Renascença, D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa; o presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, D. João Lavrador, bispo de Angra, fará a apresentação da Mensagem do Papa para o DMCS 2019.

Após esta apresentação realiza-se o debate moderado por Paulo Rocha, diretor da Agência ECCLESIA, com a presença de Nello Scavo, jornalista e escritor; de Nelson Ribeiro, professor da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa; e Irina Shev, jornalista da SIC.

O lançamento do livro “Fake Pope”, editado pelas Paulinas Editora, conta depois com a presença do autor e de Begoña Iñiguez, jornalista Cadena COPE.

Nello Scavo – autor da obra ‘A Lista de Bergoglio’, dedicada ao apoio que o Papa Francisco prestou a várias vítimas da ditadura argentina – salienta que o livro ‘Fake Pope’ pretende denunciar, através de documentos, “os muitos boatos sobre o Papa que circulam na internet e em outros meios de comunicação”.

Este projeto mais recente, também assinado pelo jornalista Roberto Beretta, “é dirigido não apenas a comunicadores, mas ao público em geral”.

Antes do encerramento, feito por Isabel Figueiredo, diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, será entregue o Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão ao vencedor da edição 2018 – a reportagem reportagem «É como se a Mãe descesse à terra», da TVI – e o prémio honorífico ao jornal «Diário do Minho», por ocasião do seu centenário.

A mensagem do Papa Francisco para o DMCS 2019 apela à redescoberta do sentido de comunidade como forma de superar os desafios levantados pelo recurso crescente às redes sociais e internet.

“Não basta multiplicar as conexões para ver crescer também a compreensão recíproca”, sublinha, na sua mensagem para 53.º Dia Mundial das Comunicações Sociais, que tem como tema ‘Das comunidades de redes sociais à comunidade humana’.

O Dia Mundial das Comunicações Sociais foi a única celebração do género estabelecida pelo Concílio Vaticano II, no decreto ‘Inter Mirifica’, em 1963; assinala-se no domingo antes do Pentecostes (2 de junho, em 2019).

LFS/OC

Igreja/Media: Diretora do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais defende atenção permanente a «quem consome» (c/vídeo)

 

Partilhar:
Share