Lisboa, 24 mai 2019 (Ecclesia) – A Comissão de Migrações, da Sociedade de Geografia de Lisboa, vai promover o seminário ‘Caminho de Peregrinações’, nos dias 6 e 7 de junho, no Auditório Adriano Moreira.

O colóquio vai começar com uma introdução sobre as peregrinações que vai apresentar o ‘estado da questão’ do “fenómeno histórico verdadeiramente complexo”.

“A peregrinação urge ser analisada de forma transdisciplinar e com o recurso a categorias que permitam perceber quer a sua longa diacronia quer as suas metamorfoses contemporâneas”, explica a organização sobre a reflexão que vai ser apresentada pela professora Maria da Graça Poças Santos.

No programa enviado à Agência ECCLESIA, a Sociedade de Geografia informa que o seminário começa às 10h00, de 6 de junho, e ao longo de dois dias a peregrinação vai ser refletida através das suas “vivências, perspetiva social e etnológica”, a diversidade de itinerários e de expressões.

O tema do turismo religioso e como “fixar e reproduzir a dinâmica do fenómeno religioso” são temas que vão analise, com diversas intervenções, no segundo dia de seminário.

“A sociedade contemporânea adicionou à caracterização do Homo Viator a longa marcha mundial com que o turismo marca as sociedades, as culturas e as economias. Por razões religiosas, nunca apartadas das múltiplas razões culturais, a viagem religiosa continua a transformar mentalidades”, explica.

O seminário ‘Caminho de Peregrinações’ tem a coordenação de Domingo L. González Lopo, da Cátedra do Camiño de Santiago e das Peregrinacións, de Marco Daniel Duarte, do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima, e de Maria Beatriz Rocha-Trindade da Comissão de Migrações.

A Sociedade de Geografia de Lisboa informa que a participação no seminário nos dias 6 e 7 de junho é gratuita, através de inscrição online.

CB

Programa Seminário «Caminho de Peregrinação»

Partilhar:
Share