Peregrinação a Santiago marcada pelo cenário de guerra

Leiria, 12 jul 2022 (Ecclesia) – O cardeal português D. António Marto, enviado especial do Papa para a Peregrinação Europeia de Jovens (PEJ) 2022, em Santiago de Compostela, lançou um convite à participação no evento, destacando o “difícil” contexto mundial.

“Esta peregrinação é muito importante para os jovens da Europa, uma juventude que é chamada a tomar a sério a responsabilidade pelo hoje e pelo amanhã, pelo presente e pelo futuro da Igreja e da humanidade”, refere o bispo emérito de Leiria-Fátima, num vídeo divulgado pela organização da PEJ 2022, que decorre entre 3 e 7 de agosto.

O responsável português assume a intenção de levar a Compostela “uma palavra de esperança e de encorajamento, neste mundo difícil”.

D. António Marto fala numa peregrinação com significado “particular” para uma humanidade “muito ferida pelas consequências da pandemia e da guerra que atingiu o coração da Europa”.

A intervenção destaca ainda o processo sinodal 2021-2023, lançado pelo Papa Francisco, “para encontrar caminhos, métodos e linguagens novas” para o anúncio do Evangelho a todas as “periferias humanas e existenciais”.

A inscrição no PEJ22 pode ser feita online; segundo a organização, o encontro já conta com mais de 10 mil jovens espanhóis e delegações de Portugal, Alemanha e Itália.

A maioria dos participantes deve chegar à Galiza seguindo o Caminho de Santiago; o programa inclui celebrações e momentos de oração, concertos, encontros temáticos e propostas culturais, antes da vigília e Missa final.

OC

Vaticano: Papa nomeia D. António Marto como enviado especial à Peregrinação Europeia de Jovens 2022

 

Partilhar:
Share