Vaticano recorda intervenção no debate para promover diálogo

Lisboa, 18 nov 2021 (Ecclesia) – A Conferência Episcopal dos Estados Unidos da América (USCCB) aprovou esta quarta-feira um documento sobre a Eucaristia, destacando a necessidade de fidelidade à “fé e moral da Igreja” para quem comunga.

O texto, intitulado ‘O Mistério da Eucaristia na vida da Igreja’, foi aprovado com 222 votos favoráveis e 8 contrário, durante a assembleia plenária da USCCB que decorreu em Baltimore, sem qualquer menção específica a indivíduos ou grupos.

O documento apresenta uma síntese do magistério católico sobre a Comunhão, evitando questões específicas como o apoio de políticos a leis que liberalizam o aborto.

O portal de notícias do Vaticano destaca hoje que o debate levou a uma intervenção do prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé (Santa Sé), cardeal Luis Ladaria, manifestando a sua preocupação e convidando ao diálogo entre os bispos norte-americanos.

A mensagem foi repetida pelo núncio apostólico em Washington, D. Cristophe Pierre, que convidou os responsáveis católicos a “não tratar a Eucaristia como algo a oferecer a uns poucos privilegiados”.

Depois de vários pedidos de emendas por parte de alguns bispos, o texto de cerca de 26 páginas evita referências à proibição da Comunhão ou ao aborto, mas destaca a “responsabilidade especial” das figuras públicas em conformar as suas posições a moral católica, reconhecendo e promovendo a vida das crianças por nascer.

“Quem, pela sua própria ação, rompeu a comunhão com Cristo e a sua Igreja, mas recebe o Santíssimo Sacramento, age de maneira inconsistente, reivindicando e rejeitando a Comunhão ao mesmo tempo”, adverte o documento.

A cada bispo diocesano é confiada a missão de “remediar as situações que envolvam ações públicas em contraste com a comunhão visível da Igreja e da lei moral”.

Além do documento sobre a Eucaristia, foi aprovada a proposta de um projeto de ‘Reavivamento Eucarístico’, que vai culminar com um Congresso Eucarístico Nacional em Indianápolis, em junho de 2024.

A USCCB assumiu ainda novas “Diretrizes de Investimento Socialmente Responsável”

Durante os trabalhos, os participantes receberam uma mensagem, em vídeo, do cardeal Mario Grech, Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, encorajando-os a fazer parte do processo sinodal convocado pelo Papa Francisco.

OC

Partilhar:
Share