Madrid, 12 jun 2020 (Ecclesia) – O rei de Espanha, Felipe VI, telefonou esta quinta-feira ao presidente da Conferência Episcopal do país para manifestar as condolências à Igreja Católica pelos padres que morreram durante a pandemia de Covid-19.

Em comunicado, a Conferência Episcopal Espanhola (CEE) assinala que o monarca quis ainda informar-se sobre o estado de saúde de “bispos e sacerdotes contagiados, bem como pela situação eclesial durante esta difícil situação”.

“Além disso, agradeceu o serviço que a Igreja presta à sociedade espanhola no momento presente e que se torna visível na memória das atividades da Igreja”, acrescenta a nota oficial.

De acordo com os últimos dados disponíveis, correspondentes a 2018, a Igreja atendeu mais de 4 milhões de pessoas em serviços de solidariedade e saúde, para jovens em risco de exclusão, emprego, migrantes e refugiados ou vítimas de drogas.

OC

Partilhar:
Share