D. Francisco Senra Coelho pede comunidades abertas e atentas aos mais necessitados

Évora, 12 jun 2020 (Ecclesia) – O arcebispo de Évora presidiu esta quinta-feira à Missa da solenidade do Corpo de Deus, na Catedral local, onde abençoou a cidade e a arquidiocese, acompanhado por cerca de uma dezena de sacerdotes.

“Perante a Palavra de Deus de hoje, somos convidados a comprometer-nos sempre de novo, como Igreja, neste ano pastoral, a decorrer tão atipicamente, para sermos Discípulos Missionários da Esperança, que acolhem e procuram os sedentos de Deus e mostrando Jesus”, referiu D. Francisco Senra Coelho, numa intervenção divulgada pelo semanário diocesano ‘A Defesa’.

A Eucaristia, que foi animada liturgicamente pelo coro da Catedral, contou com todos os lugares completos que estavam previamente marcados na assembleia, respeitando as normas sanitárias, de uso de máscara, desinfeção das mãos e distanciamento.

O arcebispo de Évora fez uma reflexão sobre a solenidade do Corpo de Deus.

“Na Eucaristia, Jesus oferece-se a si mesmo para que nos amemos como Ele nos amou e para construirmos comunidades abertas, sobretudo aos mais frágeis”, prosseguiu.

No final da Eucaristia, à porta da Catedral, D. Francisco Senra Coelho deu a bênção do Santíssimo Sacramento perante as largas dezenas de presentes, à cidade e toda a Arquidiocese de Évora.

OC

 

Partilhar:
Share