«Extraímos daqui algo importante para nós enquanto Escola Católica» – Padre Manuel Pato

Odemira, 01 jun 2020 (Ecclesia) – O vice-presidente e codiretor do Colégio de Nossa Senhora da Graça, na Diocese de Beja, afirmou que “o 3.º período tem estado a correr muito bem”, com uma elevada taxa de participação de alunos nas aulas online e presenciais.

“Temos praticamente todos os alunos adolescentes e jovens a frequentar as aulas em casa com índice de participação diária nos 96%, é um valor muito residual de alunos que não participam com regularidade. Há uma presença quase contínua o dia todo para os alunos, esperamos que isso seja uma mais-valia para o futuro”, disse o padre Manuel Pato à Agência ECCLESIA.

O vice-presidente e codiretor do Colégio de Nossa Senhora da Graça, em Vila Nova de Milfontes, explicou que têm “espaços amplos”, reformularam salas para as aulas, a escola tem “ginásio, salas grandes e abertas, salões de festas e grandes reuniões” que foram reorganizadas.

Por causa da pandemia do coronavírus Covid-19, as aulas presenciais nas escolas, em contexto de sala de aula, foram suspensas pelo Governo Português no dia 16 de março, e o ensino no 3.º período, desde 14 de abril, começou a ser lecionado por telescola e meios digitais, para os 11.º e 12.º anos as aulas presenciais reabriram no dia 18 deste mês e a máscara é para ser usada em todos os espaços.

O sacerdote da Diocese de Beja adiantou que vão “abrir o pré-escolar” mas há “um certo receio da parte dos pais” e assegura que o Colégio de Nossa Senhora da Graça está “a fazer tudo para que as coisas corram bem”, e receberem as crianças dos 3 aos 6 anos “provavelmente, dento de uma semana”.

Sobre o próximo ano letivo 2020/2021, o padre Manuel Pato assinala que “ninguém consegue adiantar como vai ser” mas, por exemplo, “a experiência de ensino à distância tem sido positiva, apesar de toda a situação”, lembrando que tiveram de promover uma campanha de angariação de fundos para oferecer computadores a 68 alunos que estavam impossibilitados de acompanhar as aulas à distância e internet móvel 4g gratuita (até ao final do ano letivo).

“Temos feitos inquéritos de satisfação aos pais, aos alunos, à comunidade e os índices são bastantes grandes pelo empenho que a escola teve e os professores nas aulas”, revelou o vice-presidente e codiretor do Colégio de Nossa Senhora da Graça.

Neste contexto, assinalou que com a experiência destes meses têm “um suporte grande para, se por ventura, existir algum período mais crítico no próximo ano”, por outro lado, nas reuniões com os professores, “a mais-valia que as tecnologias trouxeram vem permitir que haja um misto de interação no ensino presencial, quer à distancia”:

“Houve uma mudança de paradigma inclusive na preparação de novos métodos para ensinar, para as aulas, de trabalhos que os alunos podem fazer em casa. Apesar de tudo, extraímos daqui algo importante para nós enquanto Escola Católica até mesmo de acompanhamento aos pais, mantemos reuniões através das plataformas e está a correr muito bem”, concluiu o padre Manuel Pato.

Colégio de Nossa Senhora da Graça, valência do Instituto de Nossa Senhora de Fátima, na Diocese de Beja, é um estabelecimento de ensino em regime de contrato de associação, com cerca de 600 alunos do 5.º ao 12.º anos e cursos profissionais, em Vila Nova de Milfontes.

CB/OC

Partilhar:
Share