Participantes receberam «passaporte» que os vai levar até Lisboa

Funchal, Madeira, 21 nov 2022 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Funchal terminaram, este domingo, com uma celebração na Paróquia de Fátima, a Jornada Diocesana da Juventude, presidida por D. Nuno Brás, com os olhos postos na JMJ2023.

No final dos dois dias de iniciativa, com cerca de duas centenas de participantes, o bispo do Funchal deu ânimo aos jovens madeirenses e apelou à inscrição na Jornada Mundial da Juventude que se realiza em Lisboa, de 1 a 06 de agosto do próximo ano, informa o ‘Jornal da Madeira’.

Na solenidade de Cristo-Rei, D. Nuno Brás desafio os jovens a “estar com Deus”.

“Que bom que é deixar que Deus mande na nossa vida, que bom que é entregar a nossa vida a este Rei”, acrescentou.

Antes da bênção final da Eucaristia, o padre Carlos Almada, do COD – Comité Organizador Diocesano da JMJ, referiu que se vive de “uma forma especial e com toda pujança a fé” porque são “jovens, felizes, alegres”.

O sacerdote agradeceu também a presença do bispo, porque “acredita verdadeiramente nos jovens”

O padre Carlos Almada apelou aos participantes que “divulguem a experiência que viveram, junto de outros jovens que não conhecem a fé nem as jornadas que se aproximam”.

Após a Eucaristia, concelebrada por vários sacerdotes, D. Nuno Brás entregou a cada participante na jornada um “passaporte” com o carimbo da mesma, que será carimbado sempre que os jovens participem em atividades pastorais rumo às JMJ 2023.

LFS/OC

Partilhar:
Share