Bispo das Forças Armadas e de Segurança destaca «reserva moral e cultural» do país

Foto: Marinha Portuguesa

Faro, 23 mai 2022 (Ecclesia) – O bispo das Forças Armadas e de Segurança em Portugal presidiu este domingo à Missa na igreja de São Pedro, em Faro, no âmbito do Dia da Marinha, que apresentou como “reserva moral e cultural” do país.

“A Marinha tem história, e tem carisma. A sua história funde-se com a história da Nação. O seu carisma garante uma identidade. E, num tempo como o nosso, de orfandade cultural e ética, afirma-se como reserva moral e cultural”, disse D. Rui Valério, numa homilia enviada à Agência ECCLESIA.

A celebração contou com a participação de membros do Governo e da Assembleia da República, além do chefe do Estado-Maior da Armada, almirante Gouveia e Melo.

Segundo D. Rui Valério, o mar “revelou-se sempre como o grande berço da portugalidade”, com um contributo “indelével” da Marinha.

“Num autêntico espírito de unidade e de abnegação que a todos abrange, sabe construir rotas e desenvolver novas vias”, acrescentou.

A intervenção evocou a “dramática guerra movida pela Rússia à Ucrânia”, na qual “nada, nem ninguém está a salvo”.

OC

Partilhar:
Share