Foto: Robert Collins

Iniciamos esta semana uma série de conversas com a psicóloga Rute Agulhas, que há mais de 20 anos acompanha crianças e os seus contextos familiares e, mais recentemente, integra a Comissão de Proteção de Menores do Patriarcado de Lisboa. Proteger as crianças e tornar os seus ambientes familiares cuidadores e saudáveis é o objetivo de qualquer intervenção, mas importa perceber que nem todos os lares são, infelizmente, o lugar de conforto e amor.

 

Partilhar:
Share