A psicóloga Rute Agulhas afirma que uma criança que é abusada tentar contar a sua história entre sete a nove vezes antes de a situação terminar. Este número assustador só pode ser contrariado com um acompanhamento aos sinais físicos mas também emocionais que a criança dá. A especialista fala da importância de criar competências para escutar as crianças

Partilhar:
Share