Numa iniciativa conjunta com a organização ‘Il Cuore si scioglie’ da Florença

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 23 jul 2020 (Ecclesia) – A Esmolaria Apostólica da Santa Sé está a entregar cinco toneladas de alimentos, que recebeu da organização ‘Il Cuore si scioglie’, a pessoas em situação de sem-abrigo e famílias, “novos pobres” do contexto gerado pela pandemia Covid-19.

O sítio online ‘Vatican News’ informa que as caixas têm massa, azeite, atum, tomate, leite e feijão, por exemplo, e para além das pessoas em situação de sem abrigo, que procuram refugio na Estação romana de Termini e arredores, vão ser entregues a “todas as famílias” que “esgotaram todos os recursos” durante o isolamento social e hoje lutam “para colocar um prato sobre à mesa”.

As cinco toneladas de alimentos que já estão a ser doados vão chegar também aos moradores da periferia de Roma onde se encontram “muitos refugiados”.

Os alimentos foram doados ao cardeal polaco Konrad Krajewski, responsável pela Esmolaria Apostólica, o “braço direito da caridade” do Papa, pela Fundação ‘Il Cuore si scioglie’ da Toscana; Os caminhões brancos da organização sem fins lucrativos chegaram ao Vaticano na manhã desta quarta-feira, pela Porta Sant’Anna.

O sítio online ‘Vatican News’ contextualiza que o cardeal Konrad Krajewski e a cooperativa italiana já colaboraram noutras situações, nomeadamente em dezembro de 2019 e janeiro deste ano quando distribuíram “mais de cinco toneladas de comida” e cobertores.

Fundada há 10 anos na Florença, a organização sem fins lucrativos ‘Il Cuore si scioglie’ atua por toda a Itália e duas vezes por ano mobiliza os voluntários para recolher milhares de produtos.

CB

 

Partilhar:
Share