Bispos católicos falam em expressão de «responsabilidade» perante dimensão da pandemia

Roma, 12 mar 2020 (Ecclesia) – A presidência da Conferência Episcopal Italiana (CEI) publicou hoje uma nota sobre a pandemia do Covid-19, admitindo a possibilidade de encerrar as igrejas, para associar-se às medidas de proteção da população.

“A decisão de fechar as igrejas pode ser uma expressão de responsabilidade. Isso não acontece porque o Estado assim o exige, mas por um sentimento de pertença à família humana, exposta a um vírus cuja natureza e propagação ainda não conhecemos”, pode ler-se no documento enviado à Agência ECCLESIA.

Os bispos católicos, que já tinham anunciado a suspensão temporária das celebrações da Eucaristia até 3 de abril, seguindo as determinações das autoridades do Estado, pedem que cada pessoa tenha a “máxima atenção”.

“A eventual imprudência na observação das medidas de saúde poderia prejudicar outras pessoas”, advertem.

A CEI apela aos padres católicos, para que reforcem o tempo de oração e vão ao encontro dos “irmãos e irmãs necessitados”, cumprindo as normas sanitárias em vigor.

A decisão de encerrar as igrejas ao público já foi implementada hoje pela Diocese de Roma.

O novo coronavírus já fez 1016 mortos na Itália, o país europeu mais afetado pela pandemia.

OC

Partilhar:
Share