Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana dirigiu-se ao Conselho Geral da instituição

 

Foto: Cáritas Portuguesa

Lisboa, 22 nov 2020 (Ecclesia) – O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana elogiou este sábado a resposta da Cáritas Portuguesa à pandemia, falando aos participantes no Conselho Geral da instituição, que decorreu online.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Cáritas refere que D. José Traquina dirigiu aos participantes “uma mensagem de felicitação pelo trabalho que a rede nacional Cáritas tem desenvolvido na resposta aos desafios colocados pela pandemia”.

“Esta é a hora da Cáritas”, acrescentou o bispo de Santarém.

Durante os trabalhos “foi feito um diagnóstico da situação pandémica e socioeconómica do país”, a partir do coordenador nacional das Emergências da Cáritas, Duarte Caldeira.

O responsável algumas linhas de ação para o trabalho no futuro próximo: “intensificar a formação com o objetivo de apoiar as tomadas de decisão; manter o espirito de coesão e união de esforços com forte sentido de organização; manter a serenidade assegurando a confiança nas instituições; desenvolver estratégias de criatividade e união de recursos e competências para a resposta aos efeitos socioeconómicos”.

A Cáritas Portuguesa chegou  a 6 mil pessoas, no âmbito do programa que quer “inverter a curva da pobreza”, através da campanha ‘Heróis doar’.

A 15 de novembro, a organização católica lançou a campanha  de Natal ‘10 Milhões de Estrelas – um Gesto pela Paz’, este ano centrada nas vítimas da pandemia e da pobreza.

D. José Traquina saudou o presidente cessante, Eugénio Fonseca, e a presidente nomeada para o próximo triénio, Rita Valadas.

A Cáritas irá assinalar o seu 65º aniversário durante o ano de 2021; a Semana Nacional da organização católica, de 1 a 7 de março, terá com lema ‘65 Anos – Cáritas o Amor que Transforma’.

OC

Igreja/Solidariedade: Cáritas Portuguesa tem nova presidência

Partilhar:
Share