Iniciativa das «Scholas Occurrentes», projeto desenhado pelo Papa, contou com participação portuguesa

 

 

Cidade do Vaticano, 31 mar 2020 (Ecclesia) – A fundação pontifícia ‘Scholas Occurrentes’, um projeto global de educação desenhado pelo Papa, uniu 120 estudantes de 60 cidades para lançar uma mensagem de esperança face à pandemia de Covid-19.

A iniciativa contou com a participação de cinco adolescentes de Portugal, refere um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

“Os jovens conseguiram conhecer de viva voz a realidade que vivem os seus pares noutros lugares do mundo e partilhar as suas sensações, não imunes ao medo e confusão, mas determinados no seu apelo à empatia e à solidariedade”, refere a fundação pontifícia.

Acho que devemos agradecer porque, como disse um jornalista português, nossos pais foram instruídos a entrar em guerra e agora nos dizem para ficar em casa”. Isso não é tão ruim, só precisamos ficar em casa por um breve momento” – Filipa, Portugal.

José María del Corral, cofundador da rede mundial Scholas, encerrou o encontro e disse a todos os participantes: “Hoje criaram a melhor vacina e colocaram e deram-lhe um nome, ‘esperança’”.

‘Scholas Occurrentes’ é uma organização internacional de direito pontifício presente em 190 países dos cinco continentes, incluindo Portugal, que através da sua rede integra meio milhão de escolas e redes educacionais.

Tem como objetivo a “integração de todos os alunos, através de propostas tecnológicas, desportivas e artísticas que promovam a educação da cultura do encontro”.

OC

Partilhar:
Share