Religiosa há oito anos em missão em Timor-Leste achava que não tinha vocação para missionária fora de Portugal, mas sentiu-se logo «em casa»

Lisboa, 26 out 2020 (Ecclesia) – A irmã Rosa Carreira, Escrava da Santíssima Eucaristia e Mãe de Deus, está em missão em Timor-Leste há oito anos, e partilhou com a Agência ECCLESIA “que não considerava ter vocação para missão ad Gentes”, mas sente-se “em casa” desde que chegou.  

“A experiência de vir para a missão ensinou-me a confiar mais em Deus, é uma realidade muito diferente mas, para ser sincera desde que cheguei que me sinto em casa”, conta. 

A religiosa está numa zona de montanha, a mais de 200 km da capital de Timor-Leste, onde tem “dias cheios e exigente” entre a comunidade, a obra social, formação das jovens e as aulas ao secundário.

“Eis-me aqui, podes enviar-me”, tema da mensagem do Papa Francisco para este mês missionário, foram as palavras que a irmã Rosa Carreira disse quando acedeu ao desafio da missão ad gentes, algo que considerava que “não tinha vocação”.

“A notícia no principio não a recebi com muita alegria porque não estava à espera, pensava que não tinha vocação para missão ad gentes, vivia mais perto do conforto da família, que precisava de mim mas, também foi bom desligar da minha família e perceber que tenho uma vida para viver e aprendi confiar em Deus”, partilhou. 

Depois de “muito rezar” disse sim à missão em Timor Leste, onde está desde 2012, numa zona que “é como se estivesse” na sua aldeia, realidade que não a chocou mas que foi “observando”.

“Fazemos de tudo um pouco, por exemplo também vou à horta, regar e tratar porque temos de tudo um pouco, estamos longe da capital e não podemos comprar por isso temos de ter em casa, sejam frutas como papaias, bananas e também hortaliças”, refere. 

Na área pastoral a irmã é chamada a visitar os doentes mas também a fazer celebrações da Palavra, “na ausência de sacerdotes” com a agravante da dificuldade da língua.

A irmã Rosa Carreira apontou que “não é preciso ter medo de partir” porque “Deus capacita o chamado a dar resposta” e confessa ter aprendido a “confiar mais em Deus”.

No mês de outubro missionário, assim designado pela Igreja Católica, a Agência ECCLESIA apresenta as «Conversas Além-fronteiras», que trazem a missão desenvolvida em diferentes pontos do mundo; serão transmitidas e publicadas online, às 17h00, e no programa Ecclesia, na rádio Antena 1, pelas 22h45.

SN

Partilhar:
Share