Padre Nuno Filipe Fileno destaca que obra foi concretizada com «donativos dos fiéis», 85 anos depois da elevação da paróquia

Figueira da Foz, 16 nov 2021 (Ecclesia) – O bispo de Coimbra presidiu este domingo ao rito de dedicação da igreja matriz de Nossa Senhora dos Remédios e do altar, na Paróquia do Bom Sucesso, Arciprestado da Figueira da Foz, após “profundas obras de beneficiação”.

Em informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o pároco do Bom Sucesso explica que a obra foi concretizada com “donativos dos fiéis, 85 anos depois da elevação da paróquia”, e permitiu restaurar o retábulo-mor, “único exemplar da época da construção da igreja dentro do edifício”.

O padre Nuno Filipe Fileno adianta que também foi restaurada a imagem da padroeira, Nossa Senhora dos Remédios, e os donativos também permitiram recolocar os retábulos laterais, junto ao arco cruzeiro, para além de ter sido renovado o espaço litúrgico, com um “novo altar, ambão e presidência”.

O retábulo original, da época da edificação da igreja, 1771, que se encontra na capela-mor, foi restaurado este ano, entre março e julho, e “permitiu uma aproximação à policromia original”.

Foto: Paróquia do Bom Sucesso

Segundo o pároco do Bom Sucesso, as intervenções também melhoraram o retábulo, “adaptando os seus elementos às celebrações comunitárias”; foi adquirido um crucifixo, e colocada a restaurada imagem de Nossa Senhora dos Remédios e uma imagem de São José, “esculpida em madeira na linguagem artística da época do retábulo”.

Os retábulos laterais, que foram esculpidos em madeira, têm as imagens de Nossa Senhora de Fátima e do Sagrado Coração de Jesus, e trazem “à memória” os que existiram no mesmo lugar, “em estilo neogótico popular”, retirados por causa do “elevado estado de degradação” em 2009.

A igreja matriz de Nossa Senhora dos Remédios tem também um novo sacrário e um novo altar, em forma próxima de um cubo, “para expressar a dupla dimensão do altar, mesa e ara do sacrifício”; a cadeira da presidência foi esculpida “num só bloco de pedra”.

A celebração presidida pelo bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, foi preparada pelo pároco e contou com a presença do presidente de Junta de Freguesia do Bom Sucesso, Carlos Batata, e do presidente do Município da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes.

A Paróquia do Bom Sucesso foi criada por decreto episcopal do bispo de Coimbra, D. António Antunes, a 23 de dezembro de 1936.

CB/OC

 

Partilhar:
Share