Participantes consideram que a «catequese é muito mais animada» e «permite uma maior interação entre todos»

Lisboa, 07 set 2020 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC), da Conferência Episcopal Portuguesa, informa que “mais de 3500 adolescentes” avaliaram de forma positiva ao itinerário catequético ‘Say yes, aprender a dizer sim’.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, o SNEC informa que o projeto da catequese com adolescentes teve “nota positiva”, segundo as respostas recolhidas em formato digital, e que correspondem a participantes de “todas as dioceses portuguesas”.

“Incrível, inovação” e “interessante” foram as expressões em destaque nas “mais de 3500 respostas”, segundo uma “chuva de palavras” que analisou os termos utilizados pelos adolescentes, contextualiza o organismo da Igreja Católica em Portugal.

O itinerário ‘Say yes, aprender a dizer sim’ envolveu “cerca de 60 mil” adolescentes, para preparar a edição internacional da Jornada Mundial da Juventude que Lisboa vai acolher no verão de 2023.

O SNEC adianta que cerca de 25% dos participantes considera que a “catequese é muito mais animada” com este modelo, que “permite uma maior interação entre todos”; 22% dos adolescentes destaca a oportunidade de “crescimento” experienciada ao longo do ano catequético 2019/2020 e que o ‘Say Yes’ “permite ser mais participativo na vida da comunidade cristã”.

“Envolve em ações concretas, lançando-nos desafios e tornando-nos personagens principais da nossa história”, é a conclusão de “quase 20%” sobre esta iniciativa catequética.

Os adolescentes referem ainda que o ‘Say yes, aprender a dizer sim’ é “um modo de preparar de maneira consciente e madura” para a JMJ de 2023.

O Secretariado Nacional da Educação Cristã informa que os resultados do “pequeno inquérito” online, “que pretendia avaliar o primeiro ano de um projeto inovador”, foi apresentado numa ação de formação com “mais de trinta responsáveis diocesanos da catequese portuguesa”, este sábado.

CB/OC

Partilhar:
Share