Encontro nacional de catequese decorre Viana do Castelo até sábado

Viana do Castelo, 11 abr 2019 (Ecclesia) – O presidente da Comissão Episcopal para a Educação Cristã e Doutrina da Fé, D. António Moiteiro, considerou, esta manhã, no encontro nacional de catequese, que a missão do catequista é “muito dura”.

Neste encontro, a decorrer em Viana do Castelo e que congrega cerca de 70 responsáveis, D. António Moiteiro realça que o papel do catequista é “essencial” porque este está incumbido “de colocar o catequizando em comunhão com Jesus Cristo”.

Os catequistas têm de se “sentir chamados para esta missão na igreja”, mas “nunca devem sentir-se empurrados”, sublinhou o presidente da comissão episcopal.

Olhando para o panorama da catequese em Portugal, D. António Moiteiro – proferiu uma conferência sobre «A formação de catequistas na missão diocesana» – referiu que o país tem “cerca de 60 mil catequistas”, mas é “preciso promover a cultura vocacional neste campo”.

Para o presidente da comissão episcopal que é também é bispo de Aveiro a catequese deve “ser uma oferta da fé viva no próprio Jesus Cristo” e por isso deve estar “no centro da preocupação dos bispos e dos padres de cada diocese”.

“Hoje precisamos de afetar à catequese os meios humanos e financeiros necessários para que a catequese seja o centro da missão da igreja”, sustentou.

“Apresentar as bases bíblico-teológicas imprescindíveis ao catequista” por Luísa Boléo; “Iniciar o catequista na Pedagogia de Jesus” pelo padre José Henrique Pedrosa e “As dimensões essenciais da catequese contemporânea” pelo padre Tiago Neto e o diácono. Paulo Campino são os temas das restantes palestras desta quinta-feira.

O terceiro dia do encontro nacional de catequese começa com uma preleção de Cristina Sá Carvalho sobre “Conhecer os destinatários da catequese e o seu contexto” e de seguida o padre José António Gonçalves fala sobre “Aprender a explorar os itinerários catequéticos e o contributo formativo dos materiais para a catequese”.

“A Catequese de Adultos e a formação dos catequistas, um desafio à conversão permanente” é o tema da conferência de encerramento proferida por D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo.

«Ajudar os catequistas a SER – Uma missão diocesana prioritária» é o tema desta atividade formativa que está a decorrer naquela cidade do alto minho até sábado.

LFS

Partilhar:
Share