Francisco desafia fiéis a confiar nas «surpresas» de Deus

Foto: Lusa

Sófia, 05 mai 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco presidiu hoje à primeira Missa da sua visita à Bulgária, junto da minoria católica no país (menos de 1% da população), convidando os fiéis a confiar nas “surpresas” de Deus.

“É o Senhor das surpresas que convida não só a surpreender-se, mas também a realizar coisas surpreendentes”, declarou, na homilia da celebração a que presidiu na Praça Knyaz Alexandre I.

Francisco passou em papamóvel aberto, junto de milhares de pessoas que o esperavam na capital búlgara, onde chegou esta manhã.

A homilia centrou-se em três ideias centrais, apresentadas pelo Papa: “Deus chama, Deus surpreende, Deus ama”.

O pontífice advertiu que, perante as experiências de “fracasso, de amargura e até do facto de as coisas não resultarem como se esperava”, aparecer sempre uma “subtil e perigosa tentação que convida ao desânimo, a desistir”.

Em contraponto, precisou, deve existir “uma Igreja jovem, uma pessoa jovem”.

A força do Espírito, convida-nos a testemunhar o amor de Cristo, um amor que impele e nos leva a estar prontos para lutar pelo bem comum, a ser servidores dos pobres, protagonistas da revolução da caridade e do serviço, capazes de resistir às patologias do individualismo consumista e superficial”.

Face a esta tentação, Francisco recordou os testemunhos de fé na história da Bulgária, que “criaram magníficas obras-primas, inspiradas por uma fé simples e um amor grande”.

“Não tenhais medo de ser os santos de que esta terra precisa; uma santidade, que não vos tirará forças, nem vida nem alegria”, apelou.

Esta é a nossa força, que somos convidados a renovar todos os dias: o Senhor ama-nos. Ser cristão é uma chamada a ter confiança que o Amor de Deus é maior do que qualquer limite ou pecado”.

Após a Missa, com cerca de 12 mil participantes, segundo dados do Vaticano, o Papa regressa à Nunciatura Apostólica (embaixada da Santa Sé) onde fica hospedado até à manhã de terça-feira, dia em que se desloca à Macedónia do Norte.

OC

Partilhar:
Share