D. Walmor Oliveira de Azevedo, de 65 anos, é o primeiro baiano eleito para o cargo

Foto: D. Walmor de Azevedo, novo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB

Brasília, 07 mai 2019 (Ecclesia) – O arcebispo de Belo Horizonte, em Minas Gerais, D. Walmor Oliveira de Azevedo, é o novo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

De acordo com a página oficial do organismo, a eleição decorreu esta segunda-feira durante uma assembleia geral dos bispos brasileiros, com D. Walmor Oliveira de Azevedo, de 65 anos, a suceder no cargo ao arcebispo de Brasília, o cardeal Sérgio da Rocha.

A reunião da CNBB teve a particularidade de, pela primeira vez, eleger também não um mas dois vice-presidentes para aquele organismo: D. Jaime Spengler, atual arcebispo de Porto Alegre, em Rio Grande do Sul, e D. Mário António Silva, bispo de Roraima, na região da Amazónia.

Como tradicionalmente acontece, o até agora presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, questionou os eleitos acerca da disponibilidade em aceitar os cargos em causa.

“Aceito com humildade, aceito com temor e aceito à luz da fé”, respondeu o novo responsável máximo pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, D. Walmor Oliveira de Azevedo.

Segundo a biografia publicada na página da CNBB, D. Walmor Oliveira de Azevedo nasceu em 26 de abril de 1954, no município de Cocos, no Estado da Bahia.

“É o primeiro baiano a estar à frente da CNBB”, pode ler-se.

D. Walmor Oliveira de Azevedo é doutorado em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma, Itália) e mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico (Roma, Itália).

Foi ordenado sacerdote a 9 de setembro de 1977 e nomeado bispo auxiliar de Salvador, no Estado da Bahia, no dia 21 de janeiro de 1998, pelo Papa João Paulo II.

A ordenação episcopal teve lugar no dia 10 de maio de 1998 e em 2004 foi nomeado arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Em 2008, D. Walmor Oliveira de Azevedo foi escolhido como um dos representantes da Igreja Católica no Brasil para a XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que teve lugar em Roma.

Desde 2009 que o novo presidente da CNBB é membro da Congregação para a Doutrina da Fé, no Vaticano.

Em fevereiro de 2014, foi nomeado pelo Papa Francisco para integrar a Congregação para as Igrejas Orientais.

JCP

Partilhar:
Share