Bispo abençoou diocese e cidade, após Missa da Páscoa

Foto: Diocese de Bragança-Miranda

Bragança, 12 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo da Diocese de Bragança-Miranda saudou hoje as autoridades civis, forças de segurança e da saúde, os profissionais e voluntários que lutam na “linha da frente” e nas “linhas da retaguarda” perante a pandemia de Covid-19.

“A todos e a cada um desejamos uma Santa Páscoa, que se prolonga na oitava e por todo o tempo pascal até ao Domingo de Pentecostes, 31 de maio”, disse D. José Cordeiro, na homilia da celebração, enviada à Agência ECCLESIA.

A Eucaristia, à porta fechada, contou ainda com uma mensagem para os presbíteros, diáconos, pessoas consagradas, movimentos e grupos, bem como aos fiéis das 321 paróquias das 18 unidades pastorais e dos 4 arciprestados da diocese transmontana.

O responsável católico falou do tempo pascal, que assinala a ressurreição de Jesus Cristo, como um “um grande Domingo”, de 50 dias, convidando as comunidades a viver a sua fé na “mesa da Palavra, mesa da Eucaristia e mesa da caridade fraterna”.

“A mesa com Cristo leva à missão. Por isso, os discípulos missionários partiram imediatamente, retomando o caminho para reencontrar os irmãos e testemunharem o encontro com Jesus Cristo vivo e ressuscitado”, acrescentou.

Na conclusão desta celebração, às portas abertas da Catedral, D. José Cordeiro abençoo com o Santíssimo Sacramento a cidade e a diocese, ao som dos sinos.

OC

Partilhar:
Share