Responsável defende que Santuário deve permanecer «referência nacional e internacional de todos os peregrinos e visitantes»

Foto: Arquidiocese de Braga

Braga, 23 fev 2021 (Ecclesia) – O cónego Mário Martins tomou posse esta segunda-feira como presidente da Confraria do Bom Jesus, informa a Arquidiocese de Braga, e defendeu que o Santuário deve permanecer “uma referência nacional e internacional de todos os peregrinos e visitantes”.

Luís Braga da Cruz é o presidente da Mesa da Assembleia Geral e Paulo Mourão o presidente do Conselho Fiscal.

Na Mesa Administrativa tomaram ainda posse Varico Pereira como vice-presidente; Vicente Craveiro como secretário; Luís Carlos Fonseca como tesoureiro; e o cónego João Paulo Alves, Mário Paulo Pereira, Abel Barroso, Aristides Silva, Domingos Lopes, Sandra Azevedo e Filipe Salgado como vogais.

No dia 7 de julho de 2019, o Bom Jesus do Monte e o Palácio Nacional de Mafra foram inscritos na Lista de Património Mundial da UNESCO; a candidatura do santuário da Arquidiocese de Braga tinha sido apresentada em janeiro de 2014.

O conjunto arquitetónico é considerado um ‘ex-líbris’ da cidade de Braga.

O atual templo que remata o escadório, com as Capelas e Passos da Paixão, foi concluído em setembro em 1811, substituindo um antigo templo barroco que vinha do tempo de D. Rodrigo de Moura Teles (1704-1728).

OC

Partilhar:
Share