Despiste de autocarro provocou três mortes e dezenas de feridos

Foto: Lusa

Braga, 22 mai 2022 (Ecclesia) –  A Arquidiocese de Braga lamentou, em comunicado, o acidente com um autocarro que transportava peregrinos até Fátima, este sábado, provocando três mortes e dezenas de feridos.

“É com profundo pesar que recebemos a notícia do trágico acidente, ocorrido na A1, de um autocarro que seguia em peregrinação de S. Paio de Figueiredo, arciprestado de Guimarães e Vizela, Arquidiocese de Braga, em direção ao Santuário de Fátima”, refere a nota, enviada à Agência ECCLESIA.

“ O nosso coração e as nossas preces dirigem-se agora para os familiares e amigos das vítimas, de modo particular ao P. Rui Araújo, da Arquidiocese de Braga, e ao Frei Agostinho Castro, da ordem do Carmo, cujo pai e irmã, respetivamente, estão entre as vítimas mortais”, acrescenta o texto.

A Arquidiocese de Braga apresenta as “mais sentidas condolências” à família e amigos das vítimas, “rezando por elas na companhia das palavras do Papa Francisco: «Se Jesus ressuscitou é possível olhar todo o evento da nossa humanidade com esperança, até os mais difíceis, repletos de angústia e incertezas»”.

Foram transportados para o Hospital Universitário de Coimbra 20 feridos, três dos quais em estado crítico e cinco graves; para o Hospital de Aveiro foram encaminhados dois feridos críticos, um ferido grave, oito feridos ligeiros e duas crianças, que foram socorridas no Hospital Pediátrico.

OC

Partilhar:
Share