Iniciativa pretende reunir enfermeiros e ajudantes de ação direta e de serviços gerais

Braga, 30 mar 2020 (Ecclesia) – A Arquidiocese de Braga anunciou hoje a criação de uma bolsa de recursos humanos para a substituição dos profissionais que, por estarem infetados com o novo coronavírus ou em quarentena, deixam de poder prestar o seu serviço.

“Gerida em conjunto pela Cáritas de Braga e pela União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Braga (UDIPSS Braga), a bolsa pretende reunir enfermeiros e ajudantes de ação direta e de serviços gerais”, indica um comunicado divulgado pela diocese minhota.

O cónego Roberto Rosmaninho Mariz, presidente da Comissão Arquidiocesana para a Pastoral Social e da Mobilidade, indica na nota oficial que “uma das situações que estava obviamente a brotar no meio desta contingência atual tem que ver com os lares e com a assistência a pessoas idosas”.

“O grande problema está a ser encontrar recursos humanos para desempenhar esse trabalho. Mais do que o voluntariado, é mesmo uma bolsa de recursos humanos, porque o voluntariado não vai resolver o assunto”, acrescentou o sacerdote.

Os interessados em integrar esta bolsa de recursos humanos podem entrar em contacto através do endereço maisproximo.caritasbraga@gmail.com, da Cáritas Arquidiocesana de Braga, ou geral@udipss-braga.pt, da UDIPSS Braga.

OC

Partilhar:
Share