Autarquia local realça «relevante contributo» de D. Jorge Ortiga «para o engrandecimento espiritual e para a evangelização» da região

Foto Agência Ecclesia/LFS D. Jorge Ortiga, arcebispo de Braga

Braga, 19 ago 2019 (Ecclesia) – O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, foi hoje distinguido pela Câmara Municipal de Esposende com a Medalha de Honra, o “mais alto galardão atribuído pelo município”.

Na sua página online, a autarquia explica com esta distinção pretende realçar o “relevante contributo” prestado por D. Jorge Ortiga “para o engrandecimento espiritual e para a evangelização da Arquidiocese de Braga”, tendo em conta também tudo “o que essa ação representa para o Concelho de Esposende”.

A mesma fonte recorda que “a atribuição deste título honorífico acontece no ano em que D. Jorge Ortiga apresentou a sua resignação ao Papa Francisco, como manda o Código de Direito Canónico”, por ter atingido o limite de idade (75 anos) previsto pela Santa Sé.

Com esta iniciativa, a CM de Esposende pretende também agradecer o “acompanhamento permanente, cooperante e próximo” que D. Jorge Ortiga sempre dedicou “ao Arciprestado de Esposende, ao município e à população local”.

Durante a mesma cerimónia, que decorreu esta manhã no auditório municipal de Esposende, a referida autarquia distinguiu ainda um conjunto de figuras ligadas à região, com destaque para a atribuição da Medalha de Mérito Cultural, “a título póstumo”, à escritora Agustina Bessa-Luís, falecida a 3 de junho deste ano.

Apesar de ser natural de Vila Meã, em Amarante, na Diocese do Porto, a escritora portuguesa, que foi agraciada com o Prémio Camões em 2004, viveu quatro anos em Esposende.

Com esta ação, a CM de Esposende pretendeu assinalar o “grande contributo” desta figura maior da Literatura Portuguesa para a “memória identitária da comunidade esposendense”.

Destaque também para a concessão da Medalha de Mérito Municipal, também a título póstumo, ao professor João Carvalho, antigo presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave.

A autarquia de Esposende quis assim também frisar o “empenho” desta figura “no lançamento das bases para a existência de ensino superior público em Esposende”, um projeto “cuja concretização se encontra atualmente em curso”, recorda o município.

Entre as várias figuras hoje distinguidas em sessão solene da CM de Esposende, no Dia do Município e da Cidade de Esposende, estão também os nomes dos sacerdotes Arlindo de Areia Amaro, António das Neves Regado Carqueijó, Gil Afonso Losa, António Jorge da Torre e Joaquim Vilas Boas Lima.

JCP

Partilhar:
Share