Na escuridão pode-se escrutinar “muita serenidade” e vontade de viver com maior alegria

Foto Arquidiocese de Braga

Braga, 17 mai 2020 (ECCLESIA) – O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, disse, este domingo, na homilia da Eucaristia que os problemas “são imensos” mas “Jesus Cristo “não deixa as pessoas órfãs”.

Apesar de “não seu fácil encarar o futuro” e de “não se saber o que nos espera”, os cristãos têm a certeza “que Jesus Cristo não nos abandona”, referiu na homilia deste domingo transmitida pela rede social Facebook.

“Não somos pessoas perdidas e abandonadas” à sorte porque os cristãos “têm um Pai que garante” que os cristãos “vão ultrapassar esta crise”, disse D. Jorge Ortiga.

Este domingo “é uma oportunidade para avivar a fé” porque, realça o Arcebispo de Braga, “não estamos perdidos”.

“Na escuridão” pode-se escrutinar “muita serenidade e vontade de viver com maior alegria”.

Neste domingo encerra-se a Semana da Vida que “deixou uma certeza, a fragilidade humaniza a vida”.

As fragilidades que acompanham os cristãos “são muitas”, mas importa que estes sejam capazes de aproveitar estes momentos.

A fragilidade quando “abraçada enriquece” e torna as pessoas “mais disponíveis para compreender tudo”, sublinha D. Jorge Ortiga.

LFS

Partilhar:
Share