D. João Marcos deseja aos nomeados «fruto abundante» do exercício do ministério

Beja, 05 ago 2019 (Ecclesia) – O bispo de Beja comunicou as nomeações para o ano pastoral 2019/2020, de párocos, diáconos e para os serviços diocesanos, incluindo a do futuro diácono Francisco Diogo Costa Molho como coordenador do Departamento de Pastoral Juvenil.

“É a Igreja e o bispo quem vos envia. Como Jesus, o Enviado do Pai, dizia as palavras do Pai e fazia as obras do Pai, assim vós também. Sois enviados pelo Senhor: sabeis, por experiência, que as palavras e as obras de Cristo são elas que salvam as pessoas e edificam a Igreja”, escreve D. João Marcos, na informação enviada à Agência ECCLESIA.

Francisco Diogo Costa Molho, que vai ser ordenado diácono a 28 de setembro, vai estar também ao serviço da capelania do Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz e coadjuvar o padre Abílio Torcato Valadas Raposo.

O bispo de Beja divulga a “nova organização dos arciprestados” da diocese; o Secretariado Diocesano de Educação Cristã (SDEC) vai ter como diretora Maria Conceição Matos; os padres Francisco da Encarnação e Pedro Luís Rodrigues foram nomeados, respetivamente para a Pastoral Vocacional e para a Pastoral do Ensino Superior.

“Quem vos ouve, ouça da vossa boca as palavras de Cristo! Quem vos vê, veja em vossos comportamentos as obras de Cristo Salvador!  E que dê fruto abundante o exercício do vosso ministério”, deseja D. João Marcos, no documento que pode ser consultado online.

A Diocese de Beja vai celebrar os 250 anos da sua restauração entre 1 de dezembro e 22 de novembro de 2020 e, por exemplo, para contar a sua história vai estar patente uma exposição, que será objeto de visita dos seis arciprestados, entre 1 de março a 9 de maio do próximo ano, na pousada de São Francisco, e o bispo titular desde 2016 revelou que o próximo ano vai também ser marcado pela oração.

CB/OC

Partilhar:
Share