Foto: Centro Social Paroquial da Vera Cruz

Aveiro, 23 out 2020 (Ecclesia) – O Centro Social e Paroquial da Vera Cruz, na Diocese de Aveiro, lançou um livro que recolhe 10 história de pessoas que fizeram opções na vida que passam pela migração e, algumas delas, por pedidos de asilo e acolhimento como refugiadas.

A obra ‘55 mil Km’, com o apoio do CLAIM (Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes), “reúne o total dos quilómetros que as dez histórias percorreram e ainda tem a participação de um grupo de ilustradores voluntários que têm colaborado com projetos culturais organizados pelo Centro Social e Paroquial”, lê-se numa nota enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O livro foi apresentado esta quinta-feira, pelo diretor-executivo da Amnistia internacional, que o prefaciou, partilhando a história como filho de emigrantes e recordando que aqueles que narram a sua vida migratória ou refugiada, ajudam-nos a perceber melhor os heróis que existem entre nós.

A sessão ficou ainda marcada com os testemunhos, na primeira pessoa, de algumas pessoas que vivem a condição de migrantes e refugiados, os seus esforços e dificuldades e a forma como foram acolhidos na cidade de Aveiro.

Na apresentação do livro estiveram também presentes algumas exposições fotográficas que têm circulado por escolas e espaços públicos, motivando a reflexão para o drama de muitos refugiados.

O CLAIM é uma resposta do Centro Social e Paroquial da Vera-Cruz que procura apoiar processos de integração através de regularização de documentação e orientação para serviços, bem como promover iniciativas que promovam a interculturalidade.

LFS

 

Partilhar:
Share