Aveiro, 20 mai 2020 (Ecclesia) – O O Agrupamento 794 – Vilar, do Corpo Nacional de Escutas (CNE) na Região de Aveiro, está a dinamizar a oração do terço numa plataforma digital, numa proposta da Paróquia da Glória/ Sé de Aveiro para o mês mariano de maio.

“De segunda a quinta-feira temos cerca de 30 famílias, chegando às 70 à sexta-feira, dia em que o agrupamento de escuteiros envolve os seus elementos e famílias”, explica o chefe do agrupamento Pedro Ventura.

Neste período ainda de isolamento e com as igrejas fechadas para grandes grupos, a Paróquia da Glória/ Sé de Aveiro está a celebrar o mês de maio de “uma forma especial, cada um em sua casa, mas unidos na oração do terço”.

O chefe do Agrupamento 794 – Vilar do CNE contextualiza que assumiram a dinamização do terço pelo Zoom, gerindo a parte técnica e visual com a criação de uma apresentação que todos acompanham, e e cada dia é organizado por um movimento diferente – Ação Católica Rural, Vicentinas, a comissão de festas, a Comissão da Capela e Coro e os Escuteiros –  com diversas “famílias a ler o texto/reflexão, outras a recitar e a responder”

Pedro Ventura assinala que no final do rosário há ainda um “tempo de micro aberto” para quem quiser “estar um pouco à conversa”, num momento de convívio comunitário online, e destaca já tiveram uma mãe que participou “diretamente da maternidade” numa segunda-feira, depois do nascimento da filha no domingo.

A recitação comunitária do Terço na comunidade de Vilar, da Paróquia da Glória/Sé na Diocese de Aveiro, começa pelas 21h30, de segunda a sexta-feira, e para participar basta ter conta no Zoom (código de acesso – 969 4762 9815 – senha 856184)

CB/OC

Partilhar:
Share