Angra do Heroísmo, Açores, 19 out 2021 (Ecclesia) – O padre Octávio Medeiros, natural da Ouvidoria (arciprestado) da Povoação na ilha de São Miguel, faleceu 77 anos de idade, esta segunda-feira, 18 de outubro, informa a Diocese de Angra destacando-o como um dos seus “intelectuais”.

O sítio online ‘Igreja Açores’ informa que o velório do padre Octávio Medeiros é na igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Lomba do Botão, e o funeral realiza-se a partir das 16h30 locais (menos uma hora em Portugal continental) desta terça-feira, dia 19.

O sacerdote, de 77 anos de idade, lecionou durante 25 anos na Universidade dos Açores, onde entrou como assistente convidado, para o Departamento de História, Filosofia e Ciências Sociais, do qual também foi secretário.

A Diocese de Angra destaca que o padre Octávio Medeiros também pertenceu ao Centro de Estudos Sociais, desde o seu início, foi diretor do Curso de Serviço Social até à sua aposentação, tendo-se dedicado a estudos na área da sociedade “com particular destaque para alguns artigos sobre os repatriados açorianos dos EUA e Canadá”.

Natural da Lomba do Botão, Octávio Medeiros, com licenciatura e o doutoramento na área das Ciências Sociais, na Universidade Pontifícia Gregoriana (Roma), nasceu a 27 de dezembro de 1944 e foi ordenado sacerdote pela Diocese do Uíje, em Angola, em 1972.

Na Diocese de Angra foi vigário episcopal para a ilha de São Miguel e “era um dos intelectuais” desta Igreja local, publicou “vários artigos” na imprensa regional, com uma última participação no jornal paroquial ‘Crença’, de Vila Franca do Campo.

O sítio online ‘Igreja Açores’ informa ainda que o padre Octávio Medeiros, que faleceu aos 77 anos de idade, aposentou-se como pároco da igreja de Nossa Senhora da Penha de França, Água Retorta, e de Nossa Senhora de Fátima, em Lomba do Botão.

CB

 

Partilhar:
Share