João Costa, delegado diocesano para JMJ Lisboa 2023, revela motivação dos jovens a 200% pela presença dos símbolos das Jornadas

Foto Agência ECCLESIA/HM, Símbolos da JMJ no Algarve

Algarve, 16 nov 2021 (Ecclesia) – João Costa, delegado para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, disse à Agência ECCLESIA que o Dia Diocesano da Juventude vai ser vivido “no meio da natureza”, na serra de Monchique, na presença dos símbolos das Jornadas

“É um grande privilégio e uma grande responsabilidade marcar o primeiro passo para a peregrinação dos símbolos na nossa diocese; estamos a preparar num ambiente próprio à interpelação com natureza e a Igreja, porque pensamos que estar com Deus é só dentro dos templos e aqui é a possibilidade concreta de estar no meio da natureza, dos participantes se sentirem numa comunidade maior e no encontro com Deus”, explica o responsável à Agência ECCLESIA.

O jovem recorda que a pastoral juvenil diocesana tem tentado “dar a conhecer o Algarve”, mesmo aos jovens algarvios.

“Dar a conhecer este interior mais esquecido mas também para as próprias comunidades do interior e para os jovens que fazem parte delas, serem um dom para os que ali estão, é momento para poder movimentar e dinamizar”, defende.

João Costa recorda a chegada da Cruz e do Ícone mariano à sua diocese, através do rio Guadiana, e considera ter sido a “concretização de uma realidade” que estava longe, um “momento interessante e de emoção”.

“Já costuma haver grande motivação para uma jornada diocesana a 100% mas este ano, com a presença dos símbolos a motivação é a 200%, perceber que os símbolos que já passaram por tanto lado, tantas mãos, tanto choro e agora podem fazer história, não só diocesana para em cada um de nós”, refere.

O responsável já participou na JMJ em Cracóvia, em 2016, e recorda as “muitas caminhadas daqueles dias” e, em especial, o “último dia onde via o vale cheio de jovens, uma visão que abre o horizonte e o nosso coração”.

A juventude do Algarve tem vivido “momentos muito tocantes” com os símbolos da JMJ a percorrer a diocese, “mostrando que a JMJ não vai ser só em 2023 mas já está a acontecer”.

O Dia Mundial da Juventude, este ano celebrado em cada diocese na solenidade de Cristo-Rei, a  21 de novembro, por indicação do Papa Francisco, é o mote para os programas de rádio ECCLESIA desta semana, na Antena 1 da rádio pública, de segunda a sexta-feira, pelas 22h45.

SN

Partilhar:
Share