D. Manuel Quintas instituiu cinco novos acólitos e anunciou ordenação de um diácono

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 19 nov 2018 (Ecclesia) – O bispo do Algarve afirmou que o objetivo do Lausperene diocesano é “envolver e responsabilizar todos” na “realização da missão” do seminário, falando na Eucaristia de encerramento da iniciativa, na igreja matriz da Mexilhoeira Grande.

“Esta responsabilização comum será tanto mais consciente, quando melhor nos apercebermos da nossa realidade diocesana no que diz respeito, quer aos seminaristas, quer ao clero, e, sobretudo, quanto melhor conhecermos, valorizarmos e apreciarmos a missão específica e imprescindível do sacerdote na Igreja”, realçou D. Manuel Quintas, numa intervenção enviada à Agência ECCLESIA pelo o jornal diocesano ‘Folha do Domingo’.

No encerramento do Lausperene diocesano, que percorreu todas as paróquias da diocese algarvia ininterruptamente durante 15 dias, e conclusão da Semana dos Seminários 2018, o bispo do Algarve realçou que é importante que os jovens se interroguem sobre a vocação ao sacerdócio.

“Será que eu não podia servir esta minha família, à qual pertenço pelo batismo, seguindo também esta vocação? Será que Deus não chama a mim, chama só outros? Este tempo de adoração eucarística, e esta Eucaristia inclusivamente, serve também para isto”, desenvolveu.

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Na celebração, na igreja matriz da Mexilhoeira Grande, D. Manuel Quintas instituiu no ministério dos acólitos o seminarista Fábio Pedro, a frequentar o 6.º ano do Curso de Teologia, e quatro leigos candidatos ao diaconado permanente.

“Acolhemos cada um deles como dom precioso de Deus à nossa Igreja diocesana e, simultaneamente, como estímulo a prosseguirmos na oração insistente do senhor da messe para que continue a conceder à nossa Igreja diocesana os servidores de que ela precisa”, referiu.

As instituições foram assinaladas com a entrega do cálice, símbolo da missão de servir dignamente a mesa de Deus e da Igreja.

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Na noite de sábado, o bispo do Algarve anunciou a ordenação de um novo diácono, a 3 de fevereiro de 2019, o seminarista António de Almeida, de 31 anos; natural de Tavira, é engenheiro civil e está a frequentar o chamado estágio pastoral nas paróquias de Estoi e Santa Bárbara de Nexe.

“Damos graças a Deus pelos nossos seminaristas, pelos nossos sacerdotes, pelos nossos diáconos permanentes que se entregam generosamente ao serviço da nossa Igreja diocesana”, disse D. Manuel Quintas, citado pelo ‘Folha do Domingo’.

A oração ao Santíssimo Sacramento (lausperene) para pedir a Deus vocações de consagração, começou no dia 4 de novembro; a iniciativa realiza-se anualmente desde 2004.

CB/OC

Partilhar:
Share