D. Manuel Quintas diz que comunidades são chamadas a ajudar

Foto: Folha do Domingo/Samuel Mendonça

Faro, 29 set 2022 (Ecclesia) – O bispo do Algarve manifestou preocupação com a subsistência dos sacerdotes, referindo que um padre deve encontrar nas paróquias que serve o apoio para o seu sustento.

“Não deveis pensar como muitos pensam: ‘aquele ou aquela que é religiosa, frade ou bispo religioso, não precisa, a comunidade pensa nele’. Não, não é assim. Estamos totalmente errados’, disse D. Manuel Quintas, na Missa que presidiu, este domingo, na igreja matriz de Pechão, na entrada do novo pároco.

O bispo do Algarve lamentou que algumas pessoas pensem que “o bispo recebe dinheiro do governo, do Papa, da Santa Sé” ou que o Santuário de Fátima “distribui dinheiro por todo o lado”.

“Não vem dinheiro de lado nenhum, é ao contrário. Vai é para fora”, acrescentou.

Segundo o bispo do Algarve, a diocese católica vive “com aquilo que as paróquias dão”, de uma maneira “modesta, simples”, e pediu, na igreja matriz de Pechão, que não pensem “em grandezas, porque isso não acontece”.

As paróquias da Conceição de Faro e de Pechão, entregues à Ordem dos Frades Menores (franciscanos), têm um novo pároco, frei Bruno Peixoto, de 39 anos, desde domingo, 25 de setembro.

“Não pode ser a comunidade dos padres franciscanos a sustentar o vosso pároco. Tendes de ser vós”, disse D. Manuel Quintas.

Foto: Folha do Domingo/Samuel Mendonça

Frei Bruno Peixoto é natural da ilha do Faial (Açores), franciscano há 18 anos e foi ordenado presbítero há 10 e, ao longo destes anos, trabalhou na formação, mas o bispo do Algarve assegurou que vai “cheio de energia, a energia da sua juventude para servir com alegria como pároco”.

“O que quero pedir ao frei Bruno é que seja franciscano também naquilo que diz e naquilo que faz porque é dessa maneira que enriquece a Diocese do Algarve. Quando um padre religioso se transforma em padre diocesano, perde ele, o seu instituto e a diocese”, referiu o responsável diocesano, informa o jornal ‘Folha do Domingo’.

CB/OC

 

Partilhar:
Share