Lisboa, 17 fev 2020 (Ecclesia) – Um ataque contra uma igreja cristã no Burquina Faso provocou 24 mortes, este domingo, na localidade de Pansy, nordeste do país africano.

O presidente da câmara de Boundore, Sihanri Osangola Brigadie, mostrou-se “chocado” com a situação.

Tanto cristãos como muçulmanos foram mortos antes de a igreja ter sido incendiada, disse um oficial de segurança do Governo.

A agência Fides, do Vaticano, indica que os ataques de jihadistas no norte do Burquina Faso se têm multiplicado, nos últimos quatro anos, atingindo padres católicos, pastores protestantes e imãs muçulmanos.

OC

Partilhar:
Share