Leiria, 15 jun 2019 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima reuniu-se com o seu Conselho Presbiteral e com os responsáveis das nove vigararias da diocese, num encontro marcado pela atenção à pastoral juvenil no ano pastoral 2019/2020.

“A oferta da Igreja tem de ser grande e alargada, sem se fixar no mesmo esquema para todos”, disse D. António Marto, numa intervenção divulgado pelo serviço diocesano de informação.

O cardeal português explicou que se deve propor “um leque alargado de alternativas, mais à base de experiências de vida do que da doutrina”, uma vez que é nelas que eles se envolvem e se formam, divulga a diocese no seu sítio online.

O responsável da pastoral juvenil diocesana, que participou na reunião, anunciou para o novo ano pastoral o fórum ‘Jovens, oportunidades e desafios’ para animadores deste setor, no dia 5 de outubro.

A Diocese de Leiria-Fátima está a viver o primeiro ano de um biénio pastoral dedicado ao tema ‘Jovens, Fé e Vocação’ e uma das iniciativas são encontros do bispo diocesano com os jovens que vão continuar e já foram agendadas novas datas, entre janeiro e março de 2020.

O diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil adiantou também que vão promover uma festa da juventude nos dias 25 e 26 de julho do próximo ano pastoral.

Foram “apreciadas positivamente” o itinerário de catequese com adolescentes com vista à Jornada Mundial da Juventude 2022, que vai ter lugar em Lisboa, entre outras publicações como um livrinho de orações ou outros apoios a oferecer às famílias na visita pascal, em cada ano.

D. António Marto e os responsáveis (vigários) das nove vigararias da diocese de Leiria-Fátima fizeram uma avaliação positiva do atual ano pastoral, mas “deseja-se mais e melhor envolvimento e acompanhamento dos jovens”.

No encontro, que decorreu esta terça-feira, os participantes assinalaram ainda a importância de valorizar os movimentos juvenis que existem e as iniciativas como o voluntariado, peregrinações, retiros, grupos paroquiais, sendo também decisivo para o trabalho com os jovens “a identificação de animadores com talento e o cuidado na sua formação”.

Na semana anterior, o bispo de Leiria-Fátima reuniu-se com o Conselho Presbiteral e da agenda constaram os programas da pastoral juvenil para o próximo ano, bem como as “experiências e dificuldades” dos conselhos económicos e pastorais das paróquias e a “problemática das festas religiosas”.

Sobre o universo da juventude destaca-se que vão dar “continuidade” às iniciativas de comunicação e à “disponibilização de materiais de apoio” aos grupos e animadores na plataforma ‘Vitamina K’.

CB/OC

Partilhar:
Share