Às vezes é difícil perceber a religião dos simples, assente não em ideias mas em gestos, em sinais, em promessas, em pequenas manifestações que expressam a súplica e a gratidão, em crendices ingénuas, quase infantis, em alegrias inúteis, mas que perfumam a fé. Às vezes a nossa religião é perfeita em termos formais, rigorosa, impecável do ponto de vista teológico, mas é uma religião asséptica, impessoal, cumprida com isenção e eficácia.

Partilhar:
Share