Viseu, 22 nov 2020 (Ecclesia) – A Diocese de Viseu propõe para a catequese “um caminho de, e na, esperança” como vivência do tempo do Advento, rumo ao Natal, com a construção de coroa, de um ‘presépio ecológico’ e uma “mealheiro solidário” em família.

“Atraídos por essa esperança, que brota do presépio de Belém, propomos viver a esperança em família e como família. Apresentamos o Advento como um caminho de esperança rumo ao encontro com a verdadeira esperança, que é, para nós cristãos, Jesus Cristo”, explicam os secretariados diocesanos da Educação Cristã, da Pastoral Litúrgica e da pastoral das Vocações de Viseu

Na proposta de vivência do Advento 2020/2021, que começa no dia 29 de novembro, apresenta-se “uma dinâmica mais familiar” que pode ter, “antes e depois, implicações na vida celebrativa da paróquia” por causa da “incerteza da (in)possibilidade do encontro e da celebração, enquanto comunidade”.

Aos catequistas é sugerido que entreguem a cada criança a pagela de Advento, para que esta possa orientar, em família, “a construção de uma coroa de advento e de um presépio ecológico”, partindo de uma frase/texto/indicação semanal para serem e viverem a esperança e outra das propostas desta dinâmica é um “mealheiro solidário” que se vai transformar “num cabaz solidário” sendo “a expressão material dessa esperança”.

A dinâmica sugere que seja colocada no “diariamente uma moeda” no mealheiro para “adquirir alguns bens para um cabaz a oferecer a alguém necessitado da comunidade ou a alguma instituição escolhida pela paróquia/arciprestado/diocese”.

“À semelhança dos pastores, e dos magos, que correm alegremente ao presépio, também nós, percorrido o caminho do Advento, e chegados ao presépio, entregamos a Jesus o melhor de nós mesmos. Se as ações forem realizadas com este espírito de Amor, o Natal ganhará novo sentido e poderá ser um tempo de esperança para todos”, desenvolve, explicando que o cabaz de Natal pode ser entregue na paróquia, na Eucaristia do dia de Natal.

A Diocese de Viseu propõe a construção do ‘presépio ecológico’ familiar “progressivamente com a introdução sequencial das figuras” que é um convite a refletir sobre “a sua missão e o papel que tiveram para que o verdadeiro Natal pudesse acontecer” e sugerem a utilização de “material reciclável”, na sequência do apelo do Papa Francisco, para cuidar da casa comum.

No final incentivam a publicação de uma foto do presépio familiar no sítio online da diocese ou paróquia e ainda a partilha na iniciativa ‘Presépios D’ouro’ da Pastoral das Vocações que tem quatro categorias: Presépios Laudato Si (em material reciclável); Presépio Tradicional; Presépios COVID; Presépios Criativo.

‘Batizado, alimenta-te da esperança’ é o lema da caminhada de Advento, de preparação para o Natal, e do ano pastoral na Diocese de Viseu.

O tempo litúrgico do Advento decorre ao longo dos quatro domingos que antecedem a solenidade do Natal.

CB

Partilhar:
Share