D. Manuel Linda disse que Jesus está com todos «como vida em plenitude, vida emocionante»

Foto Diocese do Porto/JLC – D. Manuel Linda, na Missa de entrada solene na Diocese do Porto

Porto, 11 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo do Porto pediu hoje “particularmente” às pessoas que sofrem e vivem “em estado de angústia e depressão” que tentem “cantar Aleluias” porque o Senhor da vida “associou a Si” a vida de todos.

“Caros batizados, o Senhor Jesus é o Alfa e o Omega. Ele está ao princípio e ao fim de tudo. A Sua existência não é apenas de ontem, mas é de hoje e de toda a eternidade. É gloriosamente infindável”, afirmou D. Manuel Linda esta noite na Vigília Pascal.

Na homilia intitulada ‘O Filho de Deus’, o bispo do Porto explicou que esse é “o motivo dos aleluias”, por isso, pediu “corações ao alto”, Jesus está com todos “como vida em plenitude, vida emocionante”.

“Fiéis em Cristo, particularmente vós os que sofreis e viveis em estado de angústia e depressão, tentai cantar Aleluias porque o Senhor da Vida associou a Si a nossa vida a ponto de nos chamar irmãos. Aleluia. Muita alegria”, desenvolveu.

D. Manuel Linda revelou que de todas as leituras bíblicas que “magistralmente fazem redescobrir a história da salvação” e encaminham os fiéis, “com toda a harmonia”, para a manhã da Páscoa, chama-lhe “a atenção” o último versículo do Evangelho: “Ide avisar os meus irmãos que partam para a Galileia. Lá Me verão”.

“Irmãos? É possível a ousadia de nos imaginarmos da família do Senhor glorioso e redivivo?”, questionou, assinalando que a partir do batismo Jesus “torna participantes da Sua nova vida aqueles por quem deu a Sua vida”.

Este domingo, após a Missa de Páscoa, o bispo do Porto, D. Manuel Linda, vai abençoar, a diocese e o país, desde o tabuleiro superior da Ponte D. Luís.

“Pelas 12h00, D. Manuel Linda, dará a bênção com o Santíssimo Sacramento no tabuleiro superior da Ponte D. Luís recuperando a tradição da ‘Procissão da Ressurreição’. Será logo após a Missa de Páscoa que decorrerá na Igreja de S. Lourenço (dos Grilos) no Seminário Maior do Porto”, informa o semanário diocesano ‘Voz Portucalense’.

CB/PR

Partilhar:
Share