Lisboa, 30 jan 2019 (Ecclesia) – O superior-geral da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus (OHSJD), o irmão Jesús Etayo Arrondo, foi reconduzido no capítulo que está a decorrer em Roma e que, esta terça-feira, escolheu o seu governo, integrando um religioso português.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a província portuguesa da OHSJD considera “um momento especial” a eleição do irmão José Augusto Gaspar Louro como 3.º conselheiro geral.

O irmã Jesús Etayo Arrondo, de Espanha, renovou o mandato como superior-geral e vai ter o apoio de uma equipa que conta ainda com o também espanhol irmão Joaquim Erra ì Mas; o irmão Pascal Ahodegnon, do Benim; e os irmãos Joseph Smith, Dairon Meneses e Vincent Kochamkunnell, respetivamente, da Austrália, da Colômbia e da Índia.

O irmão José Augusto Gaspar Louro foi superior provincial em Portugal, durante dois mandatos, além de ecónomo, conselheiro, diretor das Casas de Saúde do Telhal e de Barcelos e responsável pela formação.

A reunião magna da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus, que começou a 14 de janeiro, tem como tema ‘Construir o Futuro da Hospitalidade’, decorrendo até 5 de fevereiro, em Roma.

Atualmente, em 50 países, dos cinco continentes, com cerca de 400 obras apostólicas – hospitais, clínicas, centros, missões humanitárias em países em vias de desenvolvimento – a ordem religiosa, fundada pelo Santo português João de Deus, em Portugal, instituiu uma fundação que “apoia pessoas em situação de vulnerabilidade, de forma inovadora e sustentada, promovendo a saúde mental e o envelhecimento ativo”.

CB/OC

Partilhar:
Share