Padre António Mosso foi ordenado na paróquia onde «cresceu para a fé», por D. Joaquim Mendes

Lisboa, 13 jul 2017 (Ecclesia) – A Congregação dos Missionários do Espírito Santo (Espiritanos) está em festa pela ordenação sacerdotal de António Mosso, na Paróquia de Santa Maria da Agualva, Sintra, numa cerimónia presidida por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa.

“A celebração foi muito viva, juntando ritmos da Europa e da África. A procissão de entrada, a entronização da palavra, a dança de ofertório e de ação de graças recordaram aos presentes as raízes africanas do novo padre e a presença significativa de afrodescendentes”, recorda o provincial dos Espiritanos em Portugal, numa nota enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O padre Tony Neves informa que o recém-ordenado padre António Mosso vai continuar a sua missão em Espanha, para onde foi enviado oficialmente pelo superior geral da Congregação do Espírito Santo.

O novo sacerdote foi ordenado este domingo, na Paróquia de Santa Maria da Agualva, Sintra, onde “cresceu para a fé”.

Na sua homilia, D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa, relacionou “Maria com a Missão”.

Concelebraram cerca de três dezenas de padres; na assembleia, para além das autoridades locais, esteve a “numerosa família” de António Mosso, de origem cabo-verdiana, e amigos na paróquia, nos JSF – Jovens Sem Fronteiras e Verbum Dei.

O padre Tony Neves informa ainda que o novo sacerdote Espiritano apenas aos 17 anos se sentiu “‘convertido’ ao Evangelho” e começou a ser membro ativo da Igreja; nos JSF fez “caminho de Fé e de Missão”, e estudou Engenharia, tendo ingressado no mercado de trabalho, antes de decidir entrar na Congregação dos Missionários do Espírito Santo.

CB/OC

Partilhar:
Share