Igreja Católica assinala festa da Sagrada Família, no primeiro domingo após o Natal

Cidade do Vaticano, 30 dez 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco rezou hoje no Vaticano pelas famílias de todo o mundo, para quem pediu um “aplauso”, falando aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, na recitação do ângelus.

“A família é um tesouro, é preciso guardá-la sempre, defendê-la”, referiu, ao assinalar a festa da Sagrada Família, que a Igreja Católica celebra anualmente neste primeiro domingo depois do Natal.

Francisco convidou os presentes a rezar “por todas as famílias do mundo, hoje, especialmente aquelas em que, por vários motivos, faltam a paz e a harmonia”.

A intervenção recomendou uma atitude de “espanto” perante as coisas boas dos outros.

“Quando há problemas nas famílias, assumimos que temos razão e fechamos a porta aos outros”, advertiu, considerando que é necessário maravilhar-se com o que os outros “têm de bom”.

“Isso ajuda à unidade da família”, acrescentou o Papa.

A tradicional catequese partiu do episódio evangélico em que Jesus se perde dos seus pais, no regresso de uma peregrinação ao Templo de Jerusalém.

Segundo Francisco, os católicos deveriam sentir esta “angústia”, quando passam dias sem pensar em Jesus Cristo, algo “feio”.

“Deveríamos sentir angústia quando, por mais de três dias, nos esquecemos de Jesus, sem rezar, sem ler o Evangelho, sem sentir necessidade da sua presença e da sua amizade consoladora”, observou.

O Papa despediu-se dos peregrinos e visitantes com votos de um final de ano “sereno”, agradecendo as felicitações e orações que tem recebido por ocasião do Ano Novo.

OC

Partilhar:
Share