Vaticano: Papa recorda povo ucraniano, que «sofre tanto»

Santa Sé leva ajuda humanitária a Zaporizhzhia, após recolha de 300 mil euros de donativos

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 15 jan 2023 (Ecclesia) – O Papa recordou hoje no Vaticano as vítimas da guerra na Ucrânia, apelando à oração e à solidariedade.

“Irmãos e irmãs, não esqueçamos o martirizado povo ucraniano, que sofre tanto. Permaneçamos próximos deles com os nossos sentimentos, a nossa ajuda, a nossa oração”, disse, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

As autoridades ucranianas informaram hoje que o número de mortos no ataque com um míssil russo que atingiu um edifício residencial de nove andares em Dnipro, leste da Ucrânia, aumentou para 21, com outras 73 pessoas feridas e 35 desaparecidos.

O esmoler pontifício, cardeal Konrad Krajewski, partiu para Zaporizhzhia, onde vai entregar ajuda humanitária após uma campanha de solidariedade do Vaticano que recordou 300 mil euros.

Um camião leva à cidade ucraniana camisolas térmicas e geradores, essenciais para enfrentar o frio deste inverno.

esquina. A viatura de grande porte, de nacionalidade eslovaca, parte hoje para a zona de Zaporizhzhia, um dos epicentros da guerra na Ucrânia, martelada durante meses pelos bombardeamentos russos.

O prefeito do Dicastério para o Serviço da Caridade (Santa Sé) adiantou que, em 48 horas, todo este material “estará à disposição de tantas pessoas que sobrevivem em condições desumanas, numa barbárie agravada pelas temperaturas polares”, indica o portal de notícias do Vaticano.

OC

Partilhar:
Share
Scroll to Top